Dicas de carreira

10 opções de negócios para começar durante a universidade

Data de publicação 17/10/2016

É claro que nem todos se tornarão o próximo Bill Gates ou Mark Zuckerberg, mas começar um pequeno negócio durante a faculdade é algo bastante possível. Existem diversas opções que necessitam de baixo ou nenhum investimento inicial e podem ser executadas fora do ambiente formal de trabalho. Empreendedorismo na universidade ajuda a criar conexões valiosas, ao mesmo tempo que gera uma receita para cobrir gastos com os estudos, alimentação e materiais didáticos.

A seguir, veja algumas ideias interessantes para um novo negócio:

1. Consultoria em Tecnologia da Informação (TI)

TI é uma área de atuação em que ter muitos anos de profissão pode, em algumas situações, ser prejudicial. Os estudantes universitários, por outro lado, têm os conhecimentos mais atualizados e estão mais inseridos no universo das novas tecnologias. Se você ainda não se sente confiante para atuar como um consultor de TI para empresas do mercado, ofereça seus serviços dentro do campus da sua universidade, seja para professores ou colegas, e comece seu negócio deste ponto.

2. Consultoria em mídias sociais

Grande parte dos universitários está sempre antenada nas últimas tendências em mídias sociais. Use esse conhecimento para prestar consultoria para empresas que desejam aprimorar suas estratégias de comunicação na rede. Vá além dos tradicionais Facebook e LinkedIn e apresente novos canais para transmitirem suas mensagens.

3. Design gráfico

Oferecer serviços na área de design gráfico exige mais criatividade e talento do que anos de experiência na profissão. Se você é um estudante da área, faça um site bem caprichado na web, onde poderá expor seu portfólio, imprima alguns cartões de visita modernos e comece a divulgar seu trabalho.

4. Webdesign

Os estudantes estão mais familiarizados com a criação de páginas na web do que nunca. Muitos já criaram websites para um trabalho da universidade, grupos e clubes ou até mesmo um blog pessoal. Esses sites deve, ser usados como exemplos de trabalhos já realizados e podem servir como o pontapé inicial para a criação de um novo negócio.

5. Fotografia

Graças a plataformas como Pinterest, Instagram, Snapchat e Facebook, o mundo se acostumou a utilizar imagens para se comunicar. Com um aumento substancial do consumo de imagens e conteúdo visual, há também o surgimento de mais oportunidades de mercado para os fotógrafos. Mesmo que você ainda seja um profissional amador, sem dúvida conhecerá técnicas e tecnologias capazes de ajudá-lo a entregar ótimos trabalhos para empresas, agências de mídia e publicidade, entre outros.

6. Organização de eventos

Os estudantes costumam ter um grande contato com planejamento de eventos durante a universidade, já que promovem festas, feiras e encontros para os alunos. Ser um organizador de eventos exige atenção para os detalhes, organização, criatividade e a habilidade de desempenhar várias atividades ao mesmo tempo. Se você tem essas habilidades, apostar nesse tipo de serviço pode ser uma ótima ideia. Comece dentro do próprio ambiente da universidade, trabalhando para colegas ou para a própria instituição. No entanto, se quiser ampliar seu negócio e ultrapassar o território universitário, será necessário obter certificações e permissões para trabalhar na área.

7. Personal trainer

O profissional que trabalha como personal trainer costuma ter horários flexíveis e pode conduzir suas aulas nos mais diferentes tipos de ambientes. Para trabalhar profissionalmente na área é preciso ter formação em educação física, mas se você ainda não concluiu seus estudos poderá atuar em projetos dentro do campus, como forma de ganhar experiência e começar a conquistar uma clientela.

8. Serviços de limpeza e organização

Começar uma pequena empresa de limpeza e organização oferece aos alunos a possibilidade de trabalhar em horários flexíveis e não exige a estrutura de um escritório. Além disso, os materiais necessários para começar o negócio podem ser encontrados em qualquer supermercado ou mercearia. Muitas pessoas buscam esse tipo de serviço e estão dispostas a pagar para que alguém organize e limpe sua casa, armários, gavetas, entre outros. Se você vive em uma república ou em um bairro com muitas moradias estudantis, imprima panfletos e comece a divulgar seu novo negócio.

9. Maquiador freelance

As mulheres já são maioria no ensino superior, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) de 2014. Isso faz com que a universidade seja um mercado promissor para quem deseja iniciar um pequeno negócio voltado ao público feminino. Se você tem habilidades artísticas, por exemplo, pode começar a pensar em oferecer serviços de maquiagem às colegas da sua instituição. Para alavancar seu negócio, uma boa ideia é criar um canal de tutoriais no YouTube, o que também pode acabar virando um negócio paralelo, já que o mercado digital também é bastante promissor.

10. Jardinagem

Para os que tem afinidade com plantas, abrir uma pequena empresa de jardinagem pode ser uma opção interessante. No começo, você deverá desempenhar todas as funções da empresa, indo desde o gerenciamento das finanças até a realização do serviço em si. Comece a divulgação dentro da própria universidade e ofereça preços mais competitivos. Logo seus colegas e professores começarão a indicar seus serviços para amigos e parentes.

Dica importante

Mesmo que um negócio comece dentro do ambiente universitário, ainda é uma empresa de verdade, com lucros e riscos financeiros. Não importa qual o nicho de atuação ou tamanho da companhia, contar com um plano de negócios, planejamento e seguros empresarias é essencial para garantir que seu negócio cresça e fique longe de qualquer problema. O empreendedorismo universitário deve ser levado a sério, já que pode ser uma ótima forma de ganhar dinheiro e também de construir uma futura carreira de sucesso.

Fonte:http://bit.ly/2eKgqMH

 

 

Siga-nos

Pesquisas

Na sua opinião, no ano de 2017 o emprego no país: