Dicas de carreira

Universitário: 5 coisas que você precisa saber antes de abrir um e-commerce

Data de publicação 07/11/2016

Atualmente, um dos maiores benefícios oferecidos pela internet é a facilidade de comprar e itens on-line. Você pode consultar os catálogos das lojas e achar produtos exclusivos sem precisar sair do sofá. Além disso, a entrega é feita diretamente na sua casa. Muito simples, não é mesmo?

Além de facilitar a compra, a internet também possibilitou a criação dos e-commerce, em que se pode vender produtos para pessoas em qualquer lugar do País e até do mundo. Além disso, esse tipo de negócio é fácil de ser tocado durante o final de semana e pode ser conciliado com os estudos.

Se o seu instituto empreendedor está te dizendo para abrir uma loja on-line, veja 5 coisas que você precisa saber antes de começar um e-commerce:

Ofereça pagamentos em PayPal

O PayPal é um dos métodos mais rápidos e seguros de pagamento pela internet atualmente. Na hora da compra, ele não solicita o preenchimento de nenhum tipo de formulário, a não ser que esteja utilizando a ferramenta pela primeira vez. Além disso, um grande número de internautas confia e prefere utilizar esse método para fazer compras on-line.

No entanto, também é importante oferecer mais opções, como cartão de crédito e boleto bancário. Se um cliente em potencial não encontrar sua forma de pagamento preferida no seu e-commerce, as chances de ele não retornar à loja são bastante grandes.

Utilize técnicas de SEO

Uma pesquisa norte-americana apontou que cerca de 30% do tráfico dos e-commerce é proveniente de buscas orgânicas do Google, Bing, Yahoo e outras ferramentas de pesquisa. Por isso, é importante utilizar técnicas de SEO em seu site, como links, termos e palavras-chave negritadas e fazer dessa prática uma prioridade absoluta.

Utilize as mídias sociais

Estar presente nas mídias sociais é muito importante, pois ajuda a construir uma reputação, ganhar tráfico para o e-commerce e prospectar e fidelizar clientes. Para que tudo isso aconteça, não basta criar uma conta no Instagram ou Facebook. É preciso conhecer bem as ferramentas, investir em anúncios e publicações impulsionadas e, caso tenha um amigo especialista, contratá-lo como analista de mídias sociais.

Não engane seu cliente

Oferecer preços competitivos para aumentar as vendas é uma ótima estratégia, mas tome cuidado para não usar práticas duvidosas e enganar seu cliente. Comparar os preços oferecidos pela sua loja com outros que na verdade não estão sendo praticados e vender produtos de outlet como lançamentos são alguns exemplos do que não deve ser feito. 5. Escolha um nome simples e fácil de lembrar Batizar seu negócio com nomes difíceis, que o consumidor tenha dificuldade de lembrar ou pronunciar, não é bom para os negócios. Escolha um nome simples, memorável e que “grude” na cabeça das pessoas. Além disso, ele precisa ser fácil de entender.

Fonte: http://bit.ly/2fMnk5x

 

Siga-nos

Pesquisas

O que mais te influência na hora de se candidatar a uma vaga de trabalho?